Histórico

A Airframes foi fundada em 2002 por um grupo de engenheiros do ITA e outros profissionais de diversos segmentos da aviação e da autoridade aeronáutica (Anac), que reuniram seus conhecimentos e experiências para oferecer ao mercado soluções de engenharia aeronáutica e de gestão estratégica do transporte aéreo.

Em 2003, os principais serviços oferecidos eram, auditorias de processos de aviação, gerenciamento dos departamentos de manutenção aeronáutica de empresas aéreas e o exercício da responsabilidade técnica sobre essas atividades, utilizando-se dos melhores sistemas informatizados de apoio para registro, controle e automação de informações tais como horas de voadas, pousos, substituição de componentes, panes, reparos, planejamento de insumos, etc...

Os bons serviços prestados em 2003 alavancaram as vendas em 2004 e esses resultados se repetiram por mais dois anos. Nessa altura, entre outros serviços estavam as consultorias para constituição de empresas aéreas e oficinas de manutenção aeronáutica, os estudos de viabilidade econômica e operacional de aeronaves, os projetos de modificações e reparos aeronáuticos e as auditorias técnicas de certificação junto à autoridade aeronáutica.

Ao fim de 2006, o foco das auditorias técnicas de certificação junto à Anac foi redirecionado para a abordagem preconizada pelo CENIPA (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos) e foram incorporadas as vistorias de segurança de vôo ao portfólio de serviços da Airframes. Este tipo de auditoria foi muito bem aceita pelo mercado, e para atender o crescimento da demanda utilizou-se de sistemas com a melhor tecnologia para padronizar e automatizar procedimentos, planejar, registrar, controlar e processar os dados das vistorias de segurança de voo.

Em 2007, A airframes realizou perto de 1400 vistorias de segurança de vôo, entre vistorias de aeronaves, aeródromos, empresas aéreas e oficinas de manutenção aeronáutica. Tal volume se deveu, principalmente, ao atendimento às necessidades da empresa SGS, que foi, até meados de 2008, a empresa de assessoria aeronáutica contratada pela Diretoria de E&P (Exploração e Produção) da Petrobras, apoiada pela Airframes.

De 2009 em diante, a Airframes passou a atender diretamente à Petrobras para assuntos de assessoria aeronáutica e auditorias técnicas de segurança de vôo. Tal operação é conduzida principalmente em todo território nacional e na plataforma continental, no que diz respeito à segurança operacional dos aviões e helicópteros contratados pela Petrobras, bem como, dos aeroportos e helipontos utilizados.